Prefeitura segue monitorando abastecimento de água no Eustáquio Gomes

Assessoria|
Foto: Assessoria

Após levar caminhões-pipas aos moradores do Conjunto Eustáquio Gomes, que sofrem há um mês com o desabastecimento de água, a Prefeitura de Maceió continua monitorando a situação do bairro. O órgão também segue em contato constante com BRK para garantir que a população não volte a ser prejudicada.

A BRK é a empresa responsável pelo fornecimento de água e saneamento na região metropolitana de Maceió, após a cessão do serviço que é de atribuição do Estado por meio da Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal). Segundo a empresa, o desabastecimento aconteceu por causa do rompimento de uma adutora. Inicialmente, apenas 14 caminhões-pipas estavam atendendo toda a localidade, o que era insuficiente.

De acordo com o secretário executivo do Gabinete do prefeito, Claydson Moura, em reunião com diretores da BRK, foi garantido o abastecimento adequado da comunidade. “Estivemos com a BRK e o diretor operacional da empresa, Herbert Dantas, informou que até amanhã já serão 34 caminhões-pipas. Na próxima semana, passarão a ser 44 carros atendendo a comunidade, enquanto a adutora é consertada. Conforme a determinação do prefeito JHC, continuaremos monitorando o serviço prestado pela empresa”, afirmou Moura.

Na última sexta-feira (19), o prefeito de Maceió, JHC, levou caminhões-pipa ao Conjunto Eustáquio Gomes. Durante a ação, o gestor prometeu se empenhar pessoalmente, e assegurou que está ao lado da população, buscando soluções para que o problema seja resolvido.

O Procon Maceió também notificou a empresa BRK Ambiental para que esclarecesse os motivos das sucessivas suspensões do abastecimento de água, principalmente na parte alta da capital.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados