Lula segue liderando, mas Moro mostra crescimento em nova pesquisa

Coluna Labafero|
Bolsonaro, Lula e Moro
Bolsonaro, Lula e Moro / Crédito: Ueslei Marcelino/Reuters, Marlene Bergamo/Folhapress e Evaristo Sá/AFP

Uma nova pesquisa eleitoral divulgada nesta quinta-feira (25) mostrou um crescimento do juiz Sérgio Moro na corrida presidencial em 2022. Pesquisas têm mostrado um termômetro do país em relação a eleição no próximo ano, principalmente com a configuração do cenário que está sendo formado.

O ex-presidente Lula continua na liderança da intenção de votos com 38%, seguido do presidente Jair Bolsonaro e Sergio Moro.

Confira os números:

Lula 37%

Bolsonaro 30,8%

Sérgio Moro 13,6%

Ciro Gomes 7,5%

Guilherme Boulos 2,1%

João Dória 1,9%

Os dados são da pesquisa realizada pelo Modal Mais-Futura Inteligência, divulgados nesta quinta-feira (25) e realizada entre os dias 16 a 20 de novembro. Foram entrevistadas 2 mil pessoas, assistidas por computador. A margem de erro da pesquisa é de 2,2% para mais ou para menos. 

 

Em um cenário para segundo turno, Lula e Sergio Moro aparecem quase empatados. Confira:

Em segundo turno com Lula e Bolsonaro:

Lula 49,%

Bolsonaro 37,4%

Em segundo turno com Lula e Moro:

Lula 46,6%

Moro 33,6%

Em um cenário estimulado em que os três nomes são citados, Lula venceria com 43,4%, seguido por Bolsonaro, com 32,7%, e, por último, Moro, com 17,4%. Responderam brancos e nulos, 4,7%, e indecisos, 1,9%.

O levantamento mostra que a opção pela terceira via passou de 24,2%, em outubro, para 22,6%, em novembro No início, esse percentual era de 29%.

De acordo com os organizadores da pesquisa, a candidatura de Sergio Moro (Podemos), ainda não mexeu nos índices apresentados por Lula e Bolsonaro, mas o ex-juiz e ex-ministro já é o nome mais lembrado para a terceira via, superando Ciro Gomes (PDT) e com chances de vencer o atual presidente em um eventual segundo turno, mas sem o petista na disputa, segundo os pesquisadores.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados