Mãe de Rhaniel vendeu bola da final do Alagoano que recebeu em 'homenagem' ao filho por R$ 1,5 mil

Raíssa França e Rebecca Moura*|
Rhaniel Pedro
Rhaniel Pedro

A suspeita de que a mãe de Rhaniel Pedro, de 10 anos, estava envolvida na morte do filho, veio após Ana Patrícia ter vendido a bola que recebeu de presente durante a homenagem para o filho na final do Campeonato Alagoano deste ano. A homenagem aconteceu no primeiro jogo do Clássico das Multidões entre CSA e CRB, pela final do Alagoano. Segundo a Polícia Civil, ela vendeu a bola por R$ 1,5 mil. Isso fez com que a PC percebesse que ela não tinha apego pelo garoto.

Na época do Campeonato, os jogadores do CSA entraram em campo com uma faixa e uma foto do garoto, que era torcedor declarado do Azulão. No fim do jogo, a Federação Alagoana de Futebol entregou a bola da partida para a mãe da vítima.

Os atletas do CSA entregaram uma faixa com a frase: "Eternamente em nossos corações - Rhaniel Pedro" para a família do garoto. Na ocasião, a mãe chegou a pedir justiça. 

As prisões

A Secretaria da Segurança Pública e a Polícia Civil de Alagoas realizaram uma coletiva de imprensa, na manhã desta segunda-feira (22), para conceder detalhes sobre a investigação do assassinato do menino Rhaniel Pedro, de 10 anos. A mãe da criança Ana Patrícia, e Wagner Oliveira, irmão do padrasto, foram presos. Os três são os autores do crime, segundo a PC. O padrasto já havia sido preso em junho, após ter sido apontado como autor de um estupro contra uma adolescente de 12 anos. 

*Estagiária sob a supervisão da editoria 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados