Oxi... Isso é Fake!
Oxi... Isso é Fake!

É falsa a informação de que o gabinete de Cunha gastou R$ 500 mil em combustível nos últimos 3 anos

Assessoria |
Rodrigo Cunha
Rodrigo Cunha / Assessoria/Arquivo

A assessoria do senador Rodrigo Cunha (PSDB) esclarece que é falsa a informação de que o gabinete do parlamentar tenha gasto R$ 500.00,00 em combustível ao longo dos últimos 3 anos. Tal afirmação é inverídica, trata-se de fake news, não condiz com a realidade e pode ser facilmente verificada e contrastada junto aos sistemas de transparência do Senado Federal.

Em verdade, o gabinete do parlamentar destinou para a compra de combustível uma média de R$ 2.006,00 mensais, o que corresponde a R$ 68.235,00 em quase 3 anos de atuação no Senado Federal. Ou seja, o gasto do gabinete do senador com tal compra é 9 vezes menor que o alardeado falsamente e é totalmente compatível com a necessidade do exercício do mandato de Senador da República.

Rodrigo Cunha reitera seu compromisso com a transparência e com a correta aplicação dos recursos públicos. Durante seu mandato, o senador alagoano já economizou mais de R$ 300.00,00 mil reais da Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar. O senador também abriu mão da chamada aposentadoria especial, do famigerado “auxílio paletó” no valor de R$ 33.000,00 e também de quaisquer verbas para auxílio moradia.

Por fim, o senador afirma que “é inadmissível a disseminação de notícias falsas e que buscam manchar a honra de quem atua na política com ética e com compromisso para com o dinheiro público”. Rodrigo Cunha também “repudia o veiculação de fake news e está devotado em fazer exercer a atividade pública com verdade e com trabalho em prol da população”.

SOBRE O AUTOR

Desmentindo as feke news que se espalham na internet em tempo de corona

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados