Dona de casa recebe alta do HMA, após passas 119 dias internada para tratar complicações da Covid-19

Assessoria|
Catarina Magalhães
Catarina Magalhães / Foto: Assessoria

Após 119 dias internada para se recuperar da Covid-19 e tratar complicações deixadas pela doença pandêmica - sendo 45 na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) -, a dona de casa Elaine Tavares, de 52 anos, recebeu alta nesta quarta-feira (27). Sob os aplausos de familiares e da equipe de saúde que cuidou dela durante quase quatro meses, a agora ex-paciente deixou o Hospital Metropolitano de Alagoas (HMA), localizado no bairro Cidade Universitária, em Maceió.

Elaine Tavares foi internada no dia 30 de junho deste ano, após apresentar sintomas da Covid-19. Ela esteve entubada, foi submetida à traqueostomia, até se recuperar da doença, mas apresentou complicações e sequelas. “Eu só tenho a agradecer a Deus e ao Hospital [Metropolitano], porque todos me receberam muito bem. Desde o dia 30 de junho, até hoje, não tenho nenhuma reclamação a fazer. Fui muito bem recebida, muito bem tratada pela fisioterapeuta e pelos médicos. Eu só tenho a agradecer”, enfatizou a dona de casa, após receber alta da unidade.

Emocionada, a filha da paciente, Williane Tavares, relembrou os momentos de aflição da família, ao acompanhar a mãe, que apresentou complicações em decorrência da doença. “Foi bastante difícil acompanhar toda a internação da minha mãe, porque passei muitos momentos achando que ela não voltaria mais para casa. Foram 45 dias na UTI e não sabíamos como ela iria reagir. E, agora, vê-la saindo do Hospital [Metropolitano], é a melhor sensação que eu poderia sentir, um sentimento de gratidão a Deus!”, comemorou.

A alta hospitalar de Elaine Tavares foi motivo de muita alegria e comoção para equipe multidisciplinar, que acompanhou os 119 dias de internação. Ela foi homenageada por médicos, enfermeiros, auxiliares de serviços gerais e familiares, que a aguardavam ansiosos na porta do hospital. Devido às sequelas da Covid-19, Elaine Tavares será acompanhada por neurologista e infectologista do Ambulatório Pós-Covid-19 da unidade e a última paciente com complicações deixadas pela doença pandêmica ao deixar o HMA.

Para o secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, a alta médica da dona de casa Elaine Tavares comprova que Alagoas está vencendo a batalha contra a Covid-19. Entretanto, o gestor da saúde estadual, ressalta que a população deve continuar seguindo o calendário vacinal e seguindo as medidas de proteção, recomendadas pelos infectologistas.

“É motivo de orgulho ver a dona Elaine retornando ao convívio da sua família, depois de passar quase quatro meses internada no Hospital Metropolitano. Ela é a prova do trabalho sério prestado por nossa Rede Hospitalar Pública, que além de cuidar dos sintomas da doença pandêmica, também tem tratado das complicações deixadas pela Covid-19, mas, a população deve continuar se vacinando, usando máscara, higienizando as mãos e evitando aglomerações”, recomendou Ayres.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados