Prefeito do Pilar anuncia abertura da primeira escola pública bilíngue

Assessoria|
Prefeito Renato Filho
Prefeito Renato Filho / Foto: Ascom

O município do Pilar, em Alagoas, terá a partir do próximo ano, a primeira escola pública bilíngue em tempo integral. A informação foi confirmada pelo prefeito Renato Filho que explicou como a escola vai funcionar. Segundo ele, a ideia é que a instituição de ensino seja referência para todo Estado.

Conforme o prefeito Renato Filho, a escola é um programa educacional de ensino bilíngue, onde a criança vai aprender, além do português, um segundo idioma: o inglês. 

O ensino não será focado apenas na gramática, mas em um ensino que permitirá que os alunos aprendam inglês de maneira natural e contextualizada. “Dessa forma, a aprendizagem acontecerá de forma espontânea e lúdica, permitindo o acesso à cultura de um outro povo e de um outro país”, explicou Renato.

O secretário de educação, Clewinho Cavalcante, ressaltou que além dos componentes curriculares comuns, os alunos vão estudar as disciplinas de: matemática, linguagem, ciência, história, geografia, arte, educação física e projetos em inglês.

“Ou seja: todo currículo escolar é ministrado em ambas as línguas de forma que o que é aprendido em língua portuguesa também é acessado em inglês. Isso não é o mesmo que ver o conteúdo duas vezes, a abordagem é feita de forma integrada com ambas as disciplinas trabalhando juntas”, explicou o secretário.

O projeto contará com professores devidamente habilitados no idioma e esses professores serão responsáveis por trabalhar o currículo em inglês de forma dinâmica e com uso de metodologias ativas buscando assim a imersão na cultura e idioma do país. 

Inicialmente serão 60 vagas ofertadas para alunos do 1° ano do ensino fundamental dos anos iniciais. “Gradativamente iremos ofertar para as demais séries dos anos iniciais até que o aluno chegue ao 6° ano, onde o estudo da língua inglesa é obrigatória,  já com uma boa bagagem de conhecimento da língua estrangeira”, enfatizou Clewinho.

Renato Filho afirmou que a escola tem grande importância para o Pilar porque ela representa o cuidado com a educação e a quebra da desigualdade social quando se fala em educação.

“É fundamental transformar a educação, afinal, é por meio dela que o mundo muda e as pessoas aprendem. Atualmente, apenas os pais que possuem um bom poder aquisitivo podem matricular seus filhos em escolas bilíngues, mas no Pilar o cenário muda: os alunos terão a mesma oportunidade que os outros”, concluiu o gestor. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados