Mais de 11 mil maceioenses não retornaram para tomar a 2ª dose e concluir imunização

Redação*|
Foto: Assessoria

Dados do Ministério da Saúde apontam que mais de 11 mil maceioenses não retornaram para completar o processo de imunização contra a covid-19. Isso representa 7% de faltosos, que não tomaram a segunda dose da vacina. 

A análise foi realizada na última segunda-feira (20), por meio da plataforma de dados abertos da vacinação contra a Covid-19. Destes, 4.740 não tinham concluído a imunização com a Coronavac e 6.720 com a AstraZeneca.

O atraso prejudica o ciclo de imunização, que precisa das duas doses para assegurar a eficácia do imunizante e diminuir o aumento do número de contágios pelo coronavírus.

A médica infectologista Maria Claudiane Bezerra de Souza, do Bloco I do PAM Salgadinho, explica que cada vacina apresenta suas características e propriedades particulares e defende a necessidade de as pessoas completarem o processo.

“No caso da vacina contra a Covid-19, a maioria dos imunizantes disponíveis constitui um ciclo de duas doses. A segunda dose tem a função de aumentar os títulos de anticorpos e melhorar a resposta celular específica, fazendo com que a resposta imunológica seja mais eficaz e duradoura. Assim, um indivíduo que tome apenas uma dose da vacina de um esquema duplo não está ainda imunizado”, alerta.

A especialista orienta as pessoas que estão com o calendário atrasado a buscar os postos para concluir a imunização o quanto antes. “Mesmo quem atrasou a segunda dose precisa procurar um posto de vacinação para concluir o esquema de vacina”, afirma a médica.

*Com informações da SMS 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados