Rapper Lil Uzi Vert pode ser a primeira pessoa a comprar um planeta

Diário do Nordeste|
Reprodução

O rapper norte-americano Lil Uzi Vert, dono de hits como 'XO Tour Llif3', pode ser o primeiro ser humano a comprar um planeta. A notícia foi dada pela amiga do cantor, a também artista Grimes, por meio de publicação no Twitter.

O valor da aquisição não foi revelada, mas conforme o professor de astronomia da universidade de Yale, Gregory Laughlin, trata-se de um valor altíssimo.

A compra seria de um exoplaneta gigante gasoso maior que Júpiter, o WASP-127b. "Aparentemente, o Lil Uzi Vert é o dono deste planeta - só avisando", escreveu a cantora, que é namorada do bilionário Elon Musk.

Em resposta, Lil Uzi chegou a brincar com a situação. "Eu tentei surpreender a todos. Ainda estou trabalhando nisso", disse o rapper pedindo o segredo da amiga.

Entretanto, ainda segundo a resposta dela, a compra está em vias de ser finalizada. "Documentação quase completa para Lil Uzi Vert reivindicar legalmente o wasp-127b – isso é enorme! Primeiro humano a possuir legalmente um planeta", pontuou a artista em outra publicação.

Essa, inclusive, não é a primeira compra feita por Lil Uzi que requer uma enorme quantidade de dinheiro.

No começo deste ano, o artista comprou um diamante avaliado em cerca de US$ 24 milhões, para supostamente implantá-lo no meio de sua testa. Já nesse mês, ele voltou a aparecer sem o caro acessório.  

Ao site Insider, o professor de Direito Espacial da Universidade de Nebraska-Lincoln, Frans Von der Dunk, disse que a venda ou a compra de um planeta é "fraude".

"Se alguém lhe vendeu um planeta ou ele pensa que é o dono deste planeta no sentido normal da palavra, isso simplesmente não é verdade", disse.

Segundo o professor, o Tratado do Espaço Exterior, de 1967, proíbe todas as nações e seus cidadãos de reivindicar territórios no espaço sideral.

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados