Senador Renan Calheiros pede a exoneração de ministro da Defesa: "É um elemento perigoso"

Redação|
Renan Calheiros
Renan Calheiros / Foto: Reprodução / Internet

Após a divulgação de uma matéria que o ministro da Defesa Walter Souza Braga Netto teria “ameaçado as instituições democráticas”, o senador Renan Calheiros publicou nas redes sociais que “as declarações de Braga Netto, irresponsáveis e inconsequentes” e pediu a exoneração dele. Entretanto, o general nega que teria ameaçado não permitir eleições democráticas.

No Twitter, o senador disse que “a democracia brasileira é alvo de uma gravíssima ameaça, agora revelada”. “Ameaça armada, tentativa de amedrontar pelo terror. Braga Netto se revela: foi colocado onde está exatamente para isso, para ameaçar as instituições democráticas”, comentou.

Para Renan, Bolsonaro quer manter a sociedade refém de sua obsessão continuísta. “A população não o quer mais, mostram as pesquisas. O Congresso não deve admitir isso. O Senado, a Câmara dos Deputados e o Judiciário não podem ser ameaçados”.

O senador pediu que Braga Netto fosse exonerado o quanto antes e removido do posto que ocupa. “É um elemento perigoso para a democracia que todos – Executivo, Congresso, Judiciário, Forças Armadas e a nação – juramos preservar e defender. O Brasil não pode se sujeitar ao capricho de mantê-lo onde está”.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados