Cantor gera polêmica ao dizer que se considera "semi-gay"

Com Istoé|
Eduardo Costa
Eduardo Costa / Divulgação

O cantor sertanejo Eduardo Costa causou polêmicas nesta semana após afirmar ser “semi-gay” e ser “viciado” em sexo, durante uma entrevista. Ele, inclusive, mencionou alguns ‘comportamentos’ que estariam relacionados a ser “semi-gay”.

“Eu sou um cara muito organizado, muito ajeitado, tudo muito arrumado. Eu sou um semi-gay, eu faço tudo que um viad* faz, só não dou o c*. Você quer gente mais organizado que o viad*? O viad*, o gay, os homossexuais, eles estão entre os homens e as mulheres, eles caminham entre eles com muita facilidade”, começou ele.

Na sequência, o músico disse ao canal Conceito Sertanejo que um de seus melhores amigos é gay. “Inclusive, um dos meus melhores amigos é gay e ele é um dos caras mais fodas que eu conheço”, afirmou o artista, que é ex de Victória Villarim.

Ao concluir o assunto, ele ainda disse: “Você consegue imaginar o Eduardo Costa gay? Porque assim, se eu fosse eu seria muito assumido. Eu gosto muito de mulher, se eu fosse gay eu ia gostar muito de homem. Eu ia ser uma ‘gayzona’ mesmo”, acrescentou.

Redes LGBTQIA+ repudiaram as declarações do cantor. Diversos internautas também se manifestaram. “A alfabetização custa caro às vezes”, falou um. “Desnecessário e ignorante. Tem que esperar o que dele?”, disse outra. “A vergonha meu pai”, opinou um terceiro. “Será que ele apanha pela metade também?”, continuou outro. O estilista Alexandre Herchcovitch comentou: “Quem é esse LEESHO?”

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados