Bistrô Farol abre exposição “Maceió: ontem e hoje”

Assessoria|

Julho já começou com novidades para quem mora na parte alta da cidade.  Trata-se do lançamento da exposição “Maceió: ontem e hoje” que foi aberta ao público nesta quinta-feira (08) e segue até o dia 8 de agosto, no Bistrô Farol.

A abertura contou com a presença de maceioenses que já acompanham a página nas redes sociais ou que têm a curiosidade de comparar as fotografias antigas e a atuais. Esta é a primeira exposição com o conteúdo do projeto Maceió Antiga e reúne 15 fotografias, trazendo um recorte de diversos pontos da cidade, com imagens de diferentes épocas ao longo do século XX, cada uma com uma releitura atual no mesmo local e enquadramento, oferecendo ao público a oportunidade de comparar o passado com o presente no sentido arquitetônico, geográfico, histórico, além do cotidiano urbano.

“O Bistrô Farol tem como um dos seus pilares, a promoção da cultura local e para nós é uma honra receber em nossa casa a primeira exposição do Maceió Antiga. Uma iniciativa em conjunto com nosso parceiro e amigo, Salmon e que combina totalmente com o que o Bistrô Farol busca: o resgate da história da nossa cidade, promover a cultura e potencializar os artistas locais de qualquer segmento”, destacou Thiago Pires, sócio-administrador do Bistrô Farol.

“Temos certeza de que será um momento ímpar para quem vier conferir a exposição. Em paralelo, abrimos as portas para que os municípios alagoanos possam trazer as suas potencialidades culturais para dentro do Bistrô. Queremos ser esse elo entre o público e os artistas alagoanos”, completou.

As imagens do projeto já vêm sendo compartilhadas há quase 10 anos nas redes sociais do projeto Maceió Antiga, com o objetivo de resgatar memórias afetivas, criar conexão com a identidade local e fomentar o sentimento de orgulho de ser maceioense.

Segundo o organizador da mostra e criador do projeto Maceió Antiga, Salmom Lucas, as imagens selecionadas revelam um pouco das transformações ocorridas em Maceió, como as que aconteceram na foz do Riacho Salgadinho. O Hotel Bella Vista, o mais luxuoso e bonito da cidade à época, hoje já não existe mais. O mapa de Alagoas da Praça do Centenário era revestido de pedras de azulejo, colorido e com uma fonte em volta. A Rua do Comércio, por sua vez, com uma arquitetura de encher os olhos, tinha bondes e até mesmo um cinema. 

“A exposição busca não apenas mostrar a passagem do tempo e as mudanças ocorridas na cidade, mas provocar uma reflexão sobre a importância de preservarmos a memória urbana e valorizarmos a história, para que, no futuro, tenhamos o cenário de uma Maceió bem preservada para as gerações futuras”, pontuou.

Criada incialmente no Facebook no dia 1º de julho de 2012, a página, em pouco tempo, viralizou e acumulou milhares de seguidores. Em 2018 a Maceió Antiga estreou no Instagram, repetindo a mesma fórmula de sucesso. No ano de 2020 foram criados mais canais de distribuição de conteúdo no Telegram e um grupo privado no Facebook. Somando todas as plataformas digitais, a Maceió Antiga se conecta, diariamente, com mais de 77 mil alagoanos apaixonados pela cidade de Maceió.

O que: Exposição Maceió Antiga.

Onde: no Bistrô Farol, Rua Dr. Antônio Brandão, 304 - Farol, na rua do Hospital Unimed.

Quando: De 08 de julho a 08 de agosto.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados