Receita não poderá atuar como quiser após reforma tributária, diz Arthur Lira

Deputado federal Arthur Lira (PP)
Deputado federal Arthur Lira (PP) / Foto: Site do Parlamentar

Durante um encontro com industriais, o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, comentou sobre  Projeto de Emenda Complementar (PEC) que vai proibir que a Receita crie resoluções com interpretação da lei tributária.

“A Receita Federal não pode e não vai continuar com o poder de regulamentar e soltar resolução e ficar legislando em cima da legislação tributária”, disse Lira. 

O presidente afirmou as mudanças serão feitas quando a Câmara receber o projeto sobre a mudanças no Imposto de Renda, que deve chegar até quarta-feira na Câmara. Segundo Lira, será colocado um dispositivo  que vai proibir que a Receita crie resoluções com interpretação da lei tributária. 

“Receita vai ser proibida de interpretar a lei que aprovarmos e criar código com duas mil, três mil resoluções a cada ano", completou ele. 

O aumento da faixa de isenção do Imposto de Renda foi promessa de campanha de Jair Bolsonaro, que falou, em 2018, na possibilidade de acabar com a cobrança para quem ganha até cinco salários mínimos – o equivalente, hoje, a cerca R$ 5 mil. 

 

 

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados