Prefeito veta aumento do duodécimo da Câmara e pagamento das emendas dos vereadores

Câmara Municipal de Maceió
Câmara Municipal de Maceió / Foto: Dicom / CMM

O prefeito JHC vetou o pagamento dos R$ 11 milhões de emendas parlamentares para os vereadores de Maceió. Esse montante, previsto na Lei Orçamentária Anual de 2021, seria destinado para beneficiados, seja instituições públicas ou privadas, indicados pelos vereadores. 

Mas o problema é que alguns desses beneficiados foram instituições ou ONGs estão ligadas aos próprios vereadores.  

Além do veto para emendas, JHC ainda vetou o aumento do duodécimo da Câmara Municipal que era mais de R$ 3 milhões.

O orçamento de 2021 passou meses sendo analisado pela Câmara Municipal, e agora retorna para a Casa Legislativa com esse veto do prefeito. 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados