Ex-secretário de Saúde do Amazonas é "mais um que desmente Pazuello", avalia Renan Calheiros

Renan Calheiros
Renan Calheiros / Agência Senado

O ex-secretário da Saúde do Amazonas, Marcellus Campello foi ouvido nesta terça-feira, dia 15, na CPI da Covid e disse que no dia 7 de janeiro avisou ao Ministério da Saúde sobre a crise de oxigênio no estado.  

Campello reforçou que representantes do governo federal defenderam o tratamento precoce, elencando cerca de 150 teses sobre esse tema.

Em suas redes sociais, o relator da CPI, senador Renan Calheiros afirmou que o depoimento de hoje reforça a omissão e o descaso do governo federal com a crise no Amazonas.  

Enquanto faltava oxigênio, o Ministério da Saúde distribuía cloroquina. Mais um que desmente Pazuello, concluiu Calheiros.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados