Voney Malta
Voney Malta

Esquerda avalia novas manifestações; bolsonaristas preparam atos

Manifestações sacudiram o Brasil
Manifestações sacudiram o Brasil / OGlobo/Arquivo

Representantes da oposição que convocaram os protestos contra Jair Bolsonaro já discutem a viabilidade de novos atos. Para eles, os protestos em mais de 200 cidades e em 14 países foram um sucesso.

O problema avaliado, contudo, é o provável aumento dos casos de coronavírus e o assustador aumento no número de mortos - acredita-se que rapidamente chegaremos a marca de 500 mil óbitos.

Uma saída em análise pelas frentes Povo sem Medo, Brasil Popular e Coalizão Negra por Direitos para aproveitar o sucesso da mobilização de sábado (29-05), é fazer manifestações a partir deste mês respeitando o distanciamento social através de carreatas e mutirões virtuais.

Os bolsonaristas, por sua vez,  estão com data marcada  para repetir em São Paulo no dia 12 de junho, a mesm ação realizada em Brasília e no Rio, o passeio de motocilcistas com a presença do presidente Jair Bolsonaro.

Mas adiante estão previstos atos em defesa do voto impresso onde, certamente, também haverá aquela papagaiada em defesa do fechamento do STF e da volta da ditaduara militar. Em outras datas ocorrerão ações em defesa das armas, além de carreatas promovidas pelos organizadores da Marcha para Jesus, um evento evangélico.

O fato é que o país permanece dividido e de manifestação em manifestação os participantes contribuem para o aumento no número de contaminados (e de mortos?).

SOBRE O AUTOR

Blogueiro do Cadaminuto

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados