Foto: assessoria
Teca Nelma

A vereadora Teca Nelma encaminhou um ofício ao presidente da Câmara Municipal de Maceió, cobrando providências quanto a um falso Título de Cidadão Honorário de Maceió, concedido ao presidente Bolsonaro na última quinta-feira (13). No documento, a vereadora pede que seja investigado o autor e que ele seja punido pelo crime de falsificação de documentos públicos, conforme determina o Código Penal Brasileiro.

Em vídeo postado nas suas redes sociais, a vereadora pede ainda que seja investigado se houve a participação de algum agente público na concessão do falso título. “A Câmara Municipal precisa emitir uma nota repudiando a ação e reforçando que a Casa Legislativa Municipal não compactua com fake news”.

A vereadora relembra que esse assunto chegou a ser posto em pauta na Câmara, mas a matéria foi retirada da votação pelo próprio autor. “Essa Casa não compactua com as ações de um presidente que ignora totalmente a pandemia, causa aglomeração, não respeita as regras de distanciamento e muito menos os protocolos de segurança”, reforçou ela.

Teca criticou ainda o fato do presidente não usar máscara em sua passagem por Maceió. “Ele cumpriu agendas extensas aqui na capital sem máscara. Expondo pessoas ao risco, quando nosso país já tem mais de 430 mil vidas pedidas pelo covid”. E reafirmou que lutará para que nenhum título da Câmara Municipal chegue às mãos do presidente. “Não seremos conivente com esse descaso. Bolsonaro nunca trouxe nada de significativo para nossa capital. Só tristeza e decepção”, completou a vereadora.