Foto: Estadão
Paciente internado com Covid-19

O Brasil registrou nesta quarta-feira (24) média móvel de mortes por Covid-19 acima de 1.000 pelo 34º dia consecutivo. O número médio ficou em 1.124, a maior desde o início da pandemia. Até então, o recorde havia sido registrado no dia 14 de fevereiro, quando a média da semana foi de 1.102 mortes.

A média móvel de casos, que voltou a subir, ficou em 49.388 novos diagnósticos durante a semana. Foram 1.428 novos óbitos da doença nas últimas 24 horas, de acordo com o levantamento do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass). Nesse mesmo período, o número de novos casos foi de 66.588.

Até agora, foram confirmados 10.324.463 casos acumulados e 249.957 vidas perdidas desde o início da pandemia. A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.