Foto: Gustavo Moreno
Vacinação

Apesar do foco neste momento está voltado para vacinação contra a Covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas, alerta para a baixa procura por outras vacinas disponíveis. Conforme informações da equipe do programa nacional de imunização, pelo menos outras seis vacinas que fazem parte do calendário vacinal, que são destinadas para crianças menores de um ano, estão com a cobertura abaixo da média.

De acordo com Rafaela Siqueira, que é coordenadora do programa nacional de imunização no Estado, todos os anos, a meta de cobertura dessas vacinas ultrapassa 90%, mas acabou fechando o ano de 2020, com uma porcentagem menor que a esperada. 

“Não há desabastecimento, não há falta, está à disposição da população para que levem as crianças e atualizem sua situação vacinal. Apesar desse momento de pandemia que estamos vivendo, é importante destacar que essas seis vacinas, elas protegem contra diversas doenças, onde algumas delas estão controladas e não queremos ter um aumento no número de casos e nem o retorno de algumas doenças que foram eliminadas ao longo dos anos”, disse Rafaela. 

A responsável pela imunização explicou ainda que sem a vacinação atualizada, riscos de doenças graves acabam aumentando. “A vacina BCG, por exemplo, ela previne contra a forma grave da tuberculose que quase não registramos em Alagoas”, comentou. 

Aqueles que desejam vacinar as crianças, podem se dirigir com o cartão de vacina, documento de identificação e cartão SUS, até uma Unidade Básica de Saúde, em seu bairro, para que o procedimento possa ser executado.