Escola

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) divulgou, no último dia 17, a Portaria nº 085/2020, que trata das diretrizes para a criação e execução de uma Política de Correção de Fluxo Escolar para a Rede Municipal de Ensino de Maceió. O objetivo é corrigir esse fluxo e acabar com a distorção idade/série, acelerando o processo de aprendizagem.

De acordo com a Portaria, os estudantes com defasagem de escolarização em relação à idade poderão acelerar os estudos na educação básica, com resultado de aprendizagem adequada ao prosseguimento de estudos, além do desenvolvimento da correção do fluxo escolar.

Segundo a Coordenadora Geral de Ensino Fundamental, Maria José Alves, a Portaria será apreciada pelo Conselho Municipal de Educação (Comed). “Cabe ao Comed apreciar a Portaria e emitir um parecer que venha normatizar para todo o sistema municipal de ensino de Maceió”, ressaltou.

“Basicamente, a correção do fluxo escolar será desenvolvida nas unidades escolares por meio da organização das turmas. Será garantido aos estudantes dessas turmas todo o acompanhamento pedagógico necessário. A orientação pedagógica será direcionada à superação das dificuldades de aprendizagem que forem diagnosticadas junto aos estudantes por meio de uma avaliação prévia, visando à aceleração de estudo desses alunos. Ou seja: possibilitando uma promoção para anos mais adequados à sua faixa etária”.

A coordenadora acrescentou que cada unidade de ensino vai realizar um levantamento para identificar os estudantes que apresentam distorção idade/escolaridade. Esse levantamento vai definir quantas turmas de correção de fluxo cada escola deverá ofertar.