Foto: Divulgação
Candidato a vereador descobriu que havia feito campanha com o número errado após o resultado das eleições.

Um candidato a vereador, que disputou a ultima eleição, pelo município de Delmiro Gouveia, no Sertão alagoano, descobriu após o pleito, deste domingo (15), que fez toda sua campanha eleitoral divulgando o número errado.

Irmão Edimilson (Avante) estranhou, ao conferir o resultado, o fato de não ter recebido nenhum voto, nem mesmo o seu. Após verificar o número, ele descobriu que havia divulgado  o número errado para os eleitores durante todo o período de campanha.

O número cadastrado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AL) que corresponde a candidatura de Edimilson era 70.255. No entanto, ele confeccionou todo seu material de campanha e pediu votos ao eleitorado divulgando o número 70.252.

Em entrevista a uma rádio local, o então candidato disse que o número errado foi repassado para ele pelo próprio partido. Irmão Edimilson também contou que, ao votar, quando digitou o número na urna eletrônica sua foto não apareceu, mas acreditou ser um erro da urna e confirmou o voto mesmo assim.

Em casos como o de Edimilson, quando o número não corresponde a nenhum candidato da zona eleitoral, o voto é computado como nulo, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Desta forma, todos os votos destinados a ele na urna foram computados como nulo e não há como o candidato saber quantos votos recebeu.

Irmão Edmilson já foi candidato a vereador nas eleições de 2012. Na ocasião ele disputou o pleito pelo PPS, teve 51 votos e não conseguiu se eleger.


* Com Correio Notícia