Foto: Clara Cleto
Luiz Fernando, de 27 anos, abraça a mãe após ficar internado durante dois dias no leito da semi-intensiva

O Hospital da Mulher Dr.ª Nise da Silveira (HM), localizado no bairro Poço, em Maceió, registrou, na sexta-feira (30), o milésimo paciente que teve alta hospitalar recuperado da Covid-19. Trata-se de Luiz Fernando Silva de Oliveira Leite, de 27 anos. Ele ficou internado durante dois dias em um dos leitos da semi-intensiva.

Ao descer do elevador, o paciente foi recebido com lança confetes e os aplausos da equipe multidisciplinar, administrativa, assistencial e operacional, que compõem o HM. Todos aguardavam ansiosamente por ele no hall da unidade hospitalar que, desde 30 de março deste ano, integra a rede assistencial do Governo de Alagoas para o combate à Covid-19.

Luiz Fernando deu entrada no HM na quarta-feira (28), já com o diagnóstico positivo para a nova doença, sentindo tosse seca, dor no peito e falta de ar. Durante a saída, era visível a emoção no rosto do paciente.

“Quero agradecer a Deus e a essa equipe que me acompanhou durante todo o tempo em que estive aqui. É uma nova oportunidade para continuar a trilhar meu caminho”, contou.

Ao lado da mãe e da infectologista Sarah Dominique, o paciente Luiz Fernando foi o milésimo a se recuperar no HM
A mãe do paciente, Maria Adelane Silva, também fez questão de agradecer aos profissionais do HM.

“Foi muito gratificante ter visto meu filho renascer de novo. É como se ele tivesse saído da maternidade, mas, dessa vez, eu não posso sair com ele nos braços”, disse ela, emocionada.

O secretário de Estado da Saúde, Alexandre Ayres, participou da homenagem e fez questão de enaltecer o trabalho dos profissionais de saúde, por terem aceito o desafio em atuar no combate à Covid-19.

“Luiz Fernando, essas pessoas que fizeram questão de estar aqui hoje é por você ser o milésimo paciente. Em nome do governador Renan Filho e de toda a direção desse hospital, quero agradecer a dedicação e o trabalho de toda a equipe multiprofissional. Vocês têm sido muito importantes nesse novo momento da saúde nos últimos sete meses”, destacou.

A infectologista e gerente médica do HM, Sarah Dominique, avalia que a milésima alta médica de um paciente recuperado da Covid-19 representa a importância e a eficiência que a equipe vem tendo no cuidado humanizado aos pacientes, sejam eles casos suspeitos ou testados positivos para o novo coronavírus.

“Estou honrada e muito satisfeita, pois, em poucos meses de funcionamento do hospital, já conseguimos ter esse êxito, com a marca de mil altas hospitalares. É um momento realmente histórico, simbólico. Não é todo dia em que celebramos mil altas. A meu ver, temos mais vitórias do que derrotas no combate à Covid-19. A palavra é, mais uma vez, gratidão”, frisou.