Divulgação

Após a impugnação feita pelo Ministério Público Eleitoral do Registro da Candidatura de Dalmo Moreira Santana Júnior (PSB) a prefeito de Piaçabuçu - decorrente da condenação do candidato por porte ilegal de arma de fogo - deixou sua base eleitoral sem rumo.

Segundo informações de bastidores, com isso Dalmo já pensa em substituir seu nome na disputa majoritária pelo da esposa, a enfermeira Juh Santana, que nunca assumiu nenhum cargo público e foi primeira-dama de Piaçabuçu por oito anos.

Dalmo Moreira Santana Júnior também está ainda em cumprimento de sua pena restritiva de direitos, tendo sido cumprido pouco mais de 50% (cinquenta por cento) da pena. Com seus direitos políticos suspensos, está consequentemente inelegível. 

Com o nome sacramentado e escolhido para a substituição, basta saber se vai existir transferência de voto ou debandada, já que somente uma parte do grupo aceitou o nome da primeira-dama (que tem a deputada Jó Pereira como “madrinha”) colocado “goela abaixo”. 

 Manda quem pode, obedece quem tem juízo...