Reprodução
Bolsonaro discursa na Assembleia da ONU

O deputado federal Paulão (PT) acusou o presidente Jair Bolsonaro de mentir "descaradamente" durante o discurso proferido nesta terça-feira (22), na abertura da 75ª Assembleia Geral da ONU.

Em sua conta no Twitter o parlamentar disse que o presidente envergonhou o Brasil.

"Acusou 'índios e caboclos' de colocarem fogo na Amazônia, minimizou os incêndios e, mais uma vez, atacou a imprensa! Uma fala irresponsável, que não condiz com o papel que ocupamos perante o mundo. Uma vergonha!", escreveu Paulão.

Em postagem anterior, o deputado já havia criticado o governo federal pela negligência com os crimes ambientais no país: "É uma política de destruição que atenta contra a soberania do nosso povo e a preservação ambiental".

Entre outras coisas, durante o discurso na Assembleia Geral da ONU, Bolsonaro disse que o Brasil está sendo vítima de brutais campanhas de desinformação em relação aos incêndios que atingem Amazônia e Pantanal. Ele também afirmou que os incêndios ocorrem em locais onde “o caboclo e o índio queimam seus roçados em busca de sobrevivência, em áreas já desmatadas”.