O ano que marcou a história contemporânea da humanidade em decorrência da pandemia do novo coronavírus também será lembrado como um marco para o audiovisual alagoano.  O movimento  de desenvolvimento que vem sendo construído nos últimos anos atingiu em 2020 reconhecimento e visibilidade inéditas, com a presença de produções locais nos principais festivais de cinema do Brasil, de Tiradentes a Gramado, além da participação em mostras internacionais a exemplo do Festival de Roterdã. 

Responsável por importante parcela de contribuição no crescimento do cenário local, a Mostra Sururu de Cinema Alagoano tem o papel de apresentar ao público muitas das obras que depois serão vistas por todo o país.

Não será diferente 2020. O tradicional evento acaba de lançar a convocatória para as inscrições de sua 11ª edição, que precisou se adaptar à nova realidade trazida pela pandemia, porém sem perder sua capacidade de projetar os filmes e promover discussões sobre a cultura de Alagoas.       

“Os festivais de cinema no mundo todo se adaptaram as condições possíveis para realização esse ano. Com a Sururu não foi diferente. Estamos preparando uma Mostra de Cinema Alagoano online e totalmente gratuita. E desta vez, teremos o alcance mundial que a internet possibilita. Em qualquer lugar do mundo o público poderá assistir ao nosso cinema. É uma grande oportunidade” explica Maysa Reis, uma das produtoras da mostra.

As inscrições devem ser feitas pelo endereço eletrônico www.mostrasururu.com.br, segundo os critérios do regulamento desta edição. De forma excepcional, em 2020 a mostra competitiva da Sururu irá selecionar filmes em diálogo com o momento atual vivido pelo mundo. 

O texto do regulamento, que está disponível no site, do evento, traz uma justificativa para o recorte temático: “Neste ano, convocamos os filmes “pandêmicos” feitos durante o isolamento e que reflitam sobre a situação mundial em que a Covid-19 nos colocou. A emergência de uma pandemia nunca antes vivida por nós nestas proporções provocou e tem provocado os artistas do audiovisual a elaborarem essa experiência de diferentes e interessantes formas. Em meio à sensação de fim do mundo, angústias, incertezas, crises sanitária, econômica e política, o audiovisual tornou-se alimento poético de resistência e saúde mental. A proposta da mostra competitiva deste ano é provocar os realizadores a inscreverem os filmes que dialoguem com este momento do mundo”.

Segundo Amanda Môa, que também integra a equipe de produtoras da Sururu, a novidade dessa edição, além de ser completamente on-line, traz uma mostra competitiva especial de filmes produzidos durante a quarentena. “As categorias de premiação também foram modificadas de forma que contemple o formato de produção em condições de isolamento social”.

QUEM PODE PARTICIPAR

Mostra Oficial - Filmes do Fim do Mundo - Podem se inscrever para participar da Mostra Oficial, em caráter competitivo, os filmes que retratam este ano e a vivência do audiovisual durante o período do isolamento social. Filmes isolados, pandêmicos, apocalípticos, amadores, profissionais, experimentais e que dialoguem com 2020. 

Mostras Especiais - Podem se inscrever para participar das Mostras Especiais filmes realizados no período 2019–2020 que não abordem situações pandêmicas em suas narrativas e técnicas, mas que poderão ser exibidos dentro da edição online e especial da Mostra Sururu em 2020.

SERVIÇO:

O quê: Inscrições para a 11ª edição da Mostra Sururu de Cinema Alagoano

Onde e quando: de 13 de setembro a 13 de novembro de 2020, por meio do site www.mostrasuru.com.br