Foto: Reprodução
Covid-19

Entre os dias 02 e 08 e agosto, o município de Arapiraca concentrou 46% dos casos totais confirmados de Covid-19 notificados em Alagoas. O dado foi apresentado pelo Observatório Alagoano de Políticas Públicas para o Enfrentamento da Covid-19, da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) que acompanha a evolução da doença em algumas cidades do estado. 

Essa concentração representa um aumento de quase 80% do número de casos somente no município durante uma semana. Além dos casos confirmados, outro dado que chamou a atenção foi o crescimento no número de mortes, com 31% também no mesmo período. 

O município passou recentemente para fase laranja, que permitiu a abertura de alguns setores da economia e uma maior movimentação da população. Essa evolução entre as semanas epidemiológica é usada pelo Governo Estadual para analisar a liberação de algumas atividades.

Enquanto o interior continuar apresentando um crescimento de casos, a capital vem mostrando uma diminuição. Somente nessa semana analisada, Maceió teve uma queda de 33% de casos novos, mas teve um aumento no número de mortes com 23%. 

Neste domingo, Alagoas registrou menor taxa de ocupação de leitos nas Unidades de Terapia Intensiva (UTI), tanto na capital quanto no interior, desde o início da pandemia no Estado. A média total chegou a 44% de ocupação dos espaços disponíveis na rede pública. 

Maceió registrou uma ocupação em torno de 40%, enquanto o interior chegou a 50%.