Arquivo/Secom Maceió
Thomaz Nonô

Em um vídeo publicado em suas redes sociais, o secretário municipal de saúde de Maceió José Thomaz Nonô avaliou de maneira técnica e coerente, a postura do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e as ações do Governo Federal em meio a pandemia.

Conforme Nonô, “Bolsonaro tem que dá exemplo e é desagradável ver o presidente, em reuniões públicas, sem máscara”, avaliou.

Ainda segundo o secretário, que durante alguns anos em que esteve em Brasília conheceu bem o presidente da república, que na época, também fazia parte do Legislativo, Bolsonaro gosta mesmo é de provocar e que ele é exatamente aquilo.

 “Aquela entrevista que ele faz todo dia, do palácio, qualquer político, medianamente prudente, jamais faria. Ali você tem mais de dez fãs, que batem palma, dão a ilusão de que a população está toda com ele, o que não é verdade, e tem quatro ou cinco provocadores, que vão pra lá provocar, pra ele dizer uma besteira e a televisão repercutir essa besteira”.

Recursos

O presidente do DEM no estado pontuou também que apesar de tudo, o Governo Federal tem feito o que pode no tocante a distribuição de recursos e assistência aos estados e municípios, mas afirmou que Bolsonaro “continua em campanha”.