Alagoas merece o Nobel de Saúde

Candice Almeida|

Bem, talvez não seja para tanto, mas poderia ser...

Até os dias atuais, portadores do Papiloma Humano Vírus – HPV –, principal causador do câncer do colo de útero e de pênis, não tem tratamento adequado e nem cura definitiva, sendo sempre capaz de voltar à atividade diante de uma baixa de imunidade.

O câncer de colo de útero, segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), é o segundo câncer com maior incidência nas mulheres e o quarto que mais causa mortes. O HPV quando ativo causa lesões que só podem ser “retiradas” com cauterizações, deixando marcas e sequelas indeléveis.

Mas em Alagoas, mais precisamente na UFAL (Universidade Federal de Alagoas), um grupo de professores descobriu uma pomada com alto poder de cicatrização, à base de babartimão encontrado na zona da mata alagoana. Os professores Luiz Carlos Caetano (química), Pedro Accioly (agronomia), Zenaldo Porfírio (biologia) e Manoel Álvaro (medicina) dedicaram-se por 12 anos à pesquisa e conseguiram encontrar um composto capaz de cicatrizar as lesões causadas pelo HPV sem que fossem necessárias intervenções mais invasivas e dolorosas.

A descoberta é fantástica para a medicina e para a saúde pública, Alagoas abre espaço  entre os grandes centros de pesquisa mesmo com limitados recursos tecnológicos, provando que dedicação, criatividade e disposição são ingredientes valorosos quando a ideia é encontrar meios para contribuir com a sociedade.

O alagoano está cansado de ostentar péssimos índices e notícias que atingem cada vez mais o amor-próprio do alagoano, diante de uma notícia tão importante e de tão relevante contribuição para toda a humanidade não é possível que não tomemos conhecimento e não reconheçamos a primorosa descoberta feita por professores da UFAL.

Encontrar exemplos de sucesso e divulgá-los não é muito comum, mas poderia ser. Discussões e divergências contribuem para o crescimento de todos, mas constatações boas e que inspiram mudança de comportamento, persistência, dedicação e reconhecimento mostra que é possível contribuir de forma muito mais categórica do que simplesmente a crítica vazia e infundada.

Alagoas é, sim, capaz de contribuir para o mundo com bons exemplos e boas descobertas, e quando estes partem de universidades, centros de estudos, só mostra o papel de relevo que goza a educação na formação e evolução da sociedade. Alagoas é mais que índices, é mais que política e corrupção, Alagoas também tem bons exemplos a oferecer.

Parabéns, professores! Parabéns, UFAL!

* O Nobel que abarca a saúde é o de medicina, não existe de saúde, mas como acho que esses professores-pesquisadores merecem ser premiados, não me importaria de inventar um para eles.

* Sobre o nome da planta "babartimão", há controvérsia, sendo comumente chamado como "barbatimão" ou "babatimão".

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados