A mãe de Alexander, filho do jogador Ronaldo, Michele Umezu, está muito feliz com o comportamento do atleta em relação ao menino. Segundo a advogada da estudante de 28 anos, Cely McNaugton, o craque tem se mostrado muito atencioso com a criança.

"Michele está muito satisfeita com o comportamento dele. Ronaldo tem sido muito afetuoso e carinhoso com o Alexander", disse a representante da moça.

Segundo a advogada, ao contrário do que foi publicado em recente nota de jornal, Michele não precisou anular o registro de nascimento do filho feito em Cingapura, onde morava. Segundo Cely McNaugton, sua cliente não registrou o nome de Ronaldo na certidão do filho. A partir do momento que o teste do DNA comprovou a paternidade de Ronaldo, o que vai acontecer é um acréscimo de seu nome ao documento.

"Em casos como esse, quando a paternidade é comprovada, há a alteração do registro de nascimento decretada pelo juíz, em que é acrescentando o nome do pai ao documento. No processo, é o filho quem pede a alteração do registro", disse Cely.

Quanto a pensão que Ronaldo terá que dar a Alexander, isso ainda será arbitrado pelo juíz. Mas ela ressaltou que o valor será estipulado dentro das necessidades da criança, e não da mãe.

 

"A lei brasileira estabelece que os pais devem sustentar o filho dentro das necessidades da criança. Michele não tem a intenção de enriquecer com a pensão do Ronaldo. O valor será somente para a sobrevivência do filho deles."