Até às 12h desta quinta-feira (02.09), na Sociedade de Ensino Universitário do Nordeste (SEUNE-AL) – localizada na Av. Dom Antônio Brandão, no bairro do Farol em Maceió – terá uma urna de votação para o Plebiscito Popular pelo Limite da Propriedade da Terra. E amanhã pela manhã, a votação prosseguirá e ainda terá a exibição de um documentário.

Os acadêmicos das faculdades de Direito, Ciências Contábeis, Administração e Enfermagem registrarão sua opinião, favorável ou não, em relação às duas perguntas: "Você concorda que as grandes propriedades de terra no Brasil devem ter um limite máximo de tamanho?" e "Você concorda que o limite das grandes propriedades de terra no Brasil possibilita aumentar a produção de alimentos saudáveis e melhorar as condições de vida no campo e na cidade?". A atividade acontece em todo o País até o dia 07 de setembro, mais informações: www.limitedaterra.org.br.

 

DEBATE

Hoje também acontece no Instituto Federal de Alagoas (Ifal), no Campus Marechal Deodoro, um debate sobre a importância do Plebiscito. A atividade é promovida pelo Diretório Acadêmico de Gestão Ambiental e abordará os temas: “Raízes históricas da propriedade privada da terra no Brasil” e “Plebiscito Popular: Limite da propriedade da terra e o Direito Democrático” respectivamente ministrado pelos professores mestres Fabiano Duarte (IFAL) e Cícero Ferreira de Albuquerque (UFAL).