Vereadora admite que recebia Bolsa Família mesmo ganhando R$ 10.400,00 por mês

Redação|
Sertão 24 Horas

A Vereadora Ana Claudia Nunes (PSDB) 35 anos de Santana do Ipanema cidade localizada no alto Sertão distante de Maceió 204 quilômetros, poderá ter seu mandato cassado. A parlamentar que antes de ser vereadora exercia a função de auxiliar administrativa do posto de saúde da localidade rural de São Feliz confessou que recebia o beneficio do Bolsa Família da tribuna do Legislativo na ultima sessão ordinária sexta-feira, 07.

Na sua defesa explicou que antes de ser vereadora era mãe de um filho e não tinha renda familiar com carteira assinada e nessa condição estava dentro do perfil do programa Bolsa Família. Explicou que após assumir o mandato pediu aos funcionários da Secretaria de Ação Social o cancelamento do seu nome junto ao Cadastro Único Nacional.

Inquérito Administrativo Disciplinar

Segundo está sendo apurado através de Inquérito Administrativo Disciplinar determinado pela prefeita do município Renilde Bulhões (PTB) em janeiro de 2006, Ana Claudia, não declarou sua função no serviço público quando da realização da pesquisa e declarou que sua renda familiar seria de R$ 70,00.

Outra ação de má fé que teria sido praticado pela vereadora foi a não declaração de que mora com a mãe, que tem duas aposentarias inclusive uma da condição de viúva.

Além da vereadora, três servidores do município estão envolvidos no esquema de corrupção e devem ser afastados até a apuração das possíveis irregularidades. Polyana Barros Nunes, secretária de Ação Social e os servidores Maikel Gomes de Sá e Cristina Alves Silva. Os funcionários são responsáveis pelo cadastramento do programa no município de Santana do Ipanema.

Foi levantado pela comissão do Inquérito Administrativo que o saldo atual na conta da vereadora no Bolsa Família é R$ 926,00. Seu subsídio como vereadora com verba indenizatória (verba de gabinete) é R$10.400,00

Vereador defende

O vereador Eudes da Paixão (PSB) conhecido “Merica” saiu em defesa da vereadora, afirmando que pelo fato da parlamentar reconhecer seu erro sua penalidade será bem menor em razão do reconhecimento do seu erro.
Ana Claudia Nunes foi eleita pelo (PSDB) com 635 votos e registrou sua candidatura no Cartório Eleitoral de Santana do Ipanema como Ana do São Felix. O caso deverá ser denunciado ao Fórum do Ministério Público Federal em Arapiraca e a vereadora Ana Claudia Nunes poderá ter seu mandato cassado.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Os comentários são de inteira responsabilidade dos autores, não representando em qualquer instância a opinião do Cada Minuto ou de seus colaboradores. Para maiores informações, leia nossa política de privacidade.

Todos os direitos reservados