Blog do Vilar

Mais questionamentos para Luiz Otávio Gomes na blogosfera

Enquanto a Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas decide se aprova ou não a convocação – de autoria do deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT) – do secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico do Estado de Alagoas, Luiz Otávio Gomes, em função de denúncias feitas pelo presidente do PSOL, Alexandre Fleming, e para saber detalhes do programa Alagoas Tem Pressa, mais questionamentos são feitos em relação ao secretário.

Desta vez, o blog do jornalista Paulo Veras (www.pjveras.blogspot.com) traz um texto onde indaga: “Luiz Otávio Gomes concede benefícios honestos para o Estaleiro EISA? Ou: Synergy Group, de Efromovich, contrata Hyde Melo, filha de LOG”. O texto não traz denúncia ou explicita crime algum, como bem ressalta o Paulo Veras. Mas, para bom entendedor, o que se vê é o questionamento das influências.

Evidentemente que a vinda do Estaleiro para Alagoas representa muito no sentido da dinamização da economia e até mesmo para o crescimento da área de Coruripe, gerando – em médio prazo – uma libertação social e política, já que a região – assim com outros espaços de Alagoas – servem de reduto eleitoral justamente por serem reflexos da dominação política diante da ausência de perspectivas. As mudanças positivas que poderiam ser provocadas pela vida do EISA são muitas.

Mas, o foco do texto de Paulo Veras em momento algum questiona a importância do empreendimento, mas sim alguns comportamentos. Surpreendente que o segundo texto neste sentido venha de uma blogosfera tida como independente. Que o secretário se pronuncie sobre o fato e esclareça os pontos. A ida ao parlamento poderia ser uma boa oportunidade, já que o Estado de Alagoas aposta muitas fichas na capacidade empreendedora do titular da pasta.

O texto de Paulo Veras está aqui

Estou no twitter: @lulavilar
 

Em Maceió, PT e PSDB chegam à Câmara sem elegerem vereadores

O PSDB e o PT são dois dos maiores partidos em âmbito nacional. Mas, em Maceió – mesmo diante da dimensão das legendas – não elegeram vereadores para ocuparem assento nas Casas de Mário Guimarães. O PT consegue se fazer presente na Câmara Municipal por conta da troca de partido: Ricardo Barbosa – eleito pelo PSOL – passou a integrar os quadros petistas. É o único, ao menos por enquanto, a representar a legenda.

O PSDB está próximo de viver situação semelhante. Como destacou o site Tribuna Hoje, a vereadora Tereza Nelma (PSB) deixará a legenda e parte para ninho tucano. Nelma deve se filiar ao PSDB no dia 29 e sem riscos de perda de mandato por conta da fidelidade partidária. Já que a mudança ocorre naturalmente. Diferente de Ricardo Barbosa, pois o PSOL luta para ficar com o mandato.

Assim, PT e PSDB passam a fazer parte da composição do plenário da Câmara Municipal de Maceió, mesmo sem ter conseguido – no pleito passado – eleger edis. Como Tereza Nelma e Ricardo Barbosa são candidatos à reeleição, cada um em seu partido, pode ser que – desta vez – as agremiações divergentes no campo nacional e local possam eleger seus vereadores. O PT tenta montar uma chapa forte e buscar uma bancada de pelo menos dois ou três nomes.

O PSDB deve ofertar ao público-eleitor suas lideranças. Porém, em ninho tucano, o forte mesmo é a discussão pela majoritária, sobretudo, com o sinal verde aberto para o deputado federal tucano Rui Palmeira costurar sua candidatura a prefeito.

Quanto ao PSB, tem como candidato à Prefeitura Municipal o deputado federal Givaldo Carimbão, que anunciou – em seu micro-blog – que a legenda trará uma chapa forte para disputar cadeiras no legislativo municipal. E assim vão os partidos, às vezes inteiros, às vezes partidos...
 

Morre ex-deputado federal, jornalista e advogado Cleto Falcão

Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Cleto Falcão

O ex-deputado federal, jornalista e advogado Cleto Falcão faleceu – na madrugada deste sábado, dia 24 – na Santa Casa de Misericórdia de Maceió, onde se encontrava internado desde a semana passada, tratando de um câncer. De acordo com familiares, Falcão faleceu por volta das 4 horas da madrugada.

Cleto Falcão tinha 58 anos de idade. Foi deputado estadual e federal. Na Câmara Federal, chegou a ser líder do governo do ex-presidente Fernando Collor de Mello.

Além da vida como político, Falcão era também conhecido como um exímio escritor, tendo como obra mais recente o livro Dez Anos de Silêncio, que traz algumas histórias dos bastidores políticos da década de 1990.

O ex-deputado federal ainda é o autor de O Homem da Globo, Missão Secreta em Igaci e o mais conhecido Política é Isso Mesmo.

O corpo de Cleto Falcão será velado em Maceió, no Cemitério Parque das Flores - das 9hs às 14h30 - e deve ser cremado em Recife (PE), o que era um desejo do próprio jornalista.

História

William Cleto Falcão de Alencar começou a carreira política em 1976, quando se tornou presidente da ala jovem do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), partido de oposição ao regime militar (1964-1985). Três anos depois se tornou assessor político do senador Teotônio Vilela, pai do atual governador de Alagoas, Teotônio Vilela Filho (PSDB).

Eleito deputado estadual em 1987, Falcão se tornou líder do então governador de Alagoas Fernando Collor (1987-89) na Assembleia Legislativa alagoana. No cargo, participou ativamente da campanha que levou Collor à Presidência, ao derrotar o então candidato petista Luiz Inácio Lula da Silva no segundo turno.

Em 1990, foi eleito deputado federal pelo PRN (Partido da Reconstrução Nacional), mesmo partido de Collor.

Com Folha Online

Estou no twitter: @lulavilar

Eleições 2012: Rogério Teófilo garante apoio de Quintella em Arapiraca

Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Rogério Teófilo

O secretário estadual Rogério Teófilo (PPS) – que pretende ser candidato à Prefeitura Municipal de Arapiraca – começa a costurar alianças para a disputa. Teófilo não tem o apoio do atual prefeito Luciano Barbosa (PMDB), que – por sua vez – ainda não decidiu claramente quem será o candidato à sucessão.

Rogério Teófilo, que corre por fora, agora tem como garantia o apoio do PR do deputado federal Maurício Quintella Lessa. Os dois estiveram reunidos na tarde desta quinta-feira, dia 22. De acordo com Quintella, o martelo foi batido e a aliança está feita. Além do apoio do PR, Rogério Teófilo terá ao seu lado o PSL.

É o suficiente para a disputa? Claro que não! Além do mais, ainda é muito cedo. Mas, o PPS mostra que não abrirá mão de disputar as eleições em Arapiraca. Terá então o secretário o apoio do governo estadual nesta disputa? Com a palavra o ninho tucano...

 

Estou no twitter: @lulavilar

E o Cícero enviou representante para encontrar o ministro...

O prefeito Cícero Almeida (PP) foi convidado para o evento do Fórum Nacional de Defesa Civil e sentar ao lado do ministro Fernando Bezerra (PSB), juntamente com o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e o senador Benedito de Lira (PP). Mas, Almeida não foi! Devia estar com a agenda lotada em função de outros afazeres, ou simplesmente rejeitou o convite...

Em seu lugar, como constatou a equipe de reportagem do Cada Minuto, estava à vice-prefeita Lourdinha Lyra (PR), que – o que não acontece costumeiramente – representou o prefeito de Maceió. Não faltou quem dissesse nos bastidores que Almeida não foi para não ser indagado sobre eleições pousando logo ao lado do governador e do senador. Será pura maldade? O prefeito ainda constrói seus rumos e é cada vez mais remota a possibilidade de ser candidato a vereador.

Mas, deve participar – hipotecando apoio – da campanha. Seu desejo é indicar o sucessor, mas – apesar da meteórica carreira política – nunca se fez cacique, apesar de circular entre os grandes. Um defeito ou uma qualidade política de Cícero Almeida? O leitor que analise. Como diria o poeta Augusto dos Anjos: “o homem que nesta terra miserável, mora entre feras, sente inevitável necessidade de também ser fera”. Um verso que cabe na terra chamada política...

O cenário político de 2012 ainda anda muito indefinido. Se Almeida não estava para falar de PSC, de mudança de partido, de que rumo vai tomar, o senador Benedito de Lira (o homem forte do PP) lá estava. Ele foi indagado pelo jovem repórter Jonathans Maresia sobre a condução do PP no processo eleitoral. Mas, Benedito de Lira resolveu ser cauteloso: “ainda está muito longe para discutir 2012, meu filho”.

Na frente das lentes, os caciques deixam o futuro onde ele está. Longe delas, o futuro é agora. Quem deve ter saído feliz do encontro foi o governador Teotonio Vilela Filho, que recebeu um recado da presidenta Dilma Rousseff (PT) por meio do ministro: “trago um recado da presidenta e ela pediu para te avisar que o Governo Federal vai garantir a construção de barragens e outras medidas que garantam uma melhor sensação de segurança para as vítimas das enchentes de 2010”. Tal cenário – o pós-enchente – sempre foi uma dor de cabeça para o Executivo estadual.
 

Estou no twitter: @lulavilar

Paulo Corintho: “integrar a frente suprapartidária foi decisão do partido”

O vereador Paulo Corintho (PDT) entrou em contato com este blogueiro – por meio de sua assessoria – para informar que o fato do PDT integrar a frente suprapartidária da Câmara Municipal de Maceió (que foi articulada pelo petista Ricardo Barbosa) foi uma decisão de partido, tomada em reunião da Executiva municipal.

Portanto, ele destaca que o partido – ao qual Amilka Melo faz parte – estará sim dentro da frente e fechará questões, como por exemplo, em relação às votações sem orientação da bancada do prefeito Cícero Almeida (PP). Para o mais, avisa Paulo Corintho – por meio de sua assessoria – existe a fidelidade partidária.

Será que a frente – que ainda sequer mostrou a que veio – já colocará em cantos opostos os dois pedetistas da Câmara Municipal de Maceió? Bem, Corintho falou, pelo que senti, muito mais enquanto direção do partido que necessariamente como vereador. No mais, deixa a frente mostrar se existe de fato ou não...
 

Estou no twitter: @lulavilar

Amilka questiona seu nome em bloco e nega ser da frente suprapartidária

A frente suprapartidária, que – conforme o vereador Ricardo Barbosa (PT) – agrupa os vereadores que integram os partidos da base aliada do Governo Federal na Casa de Mário Guimarães – foi apresentada na Câmara Municipal de Maceió como um bloco composto pelos edis do PDT, PCdoB, PTdoB, PT, PR, PMN, PSC e PCdoB e PRB.

O bloco teria como função fechar voto em questões cuja matéria não tivesse uma orientação da bancada do prefeito, já que os partidos – com exceção de Luiz Pedro (PMN), que é ferrenho opositor do Executivo – são da base de Cícero Almeida (PP). Ricardo Barbosa nega que seja uma composição fisiológica para pressionar o Executivo.

Porém, a própria frente já encontra algumas inconsistências. A vereadora Amilka Melo (PDT) procurou este blogueiro para dizer que não faz parte de “frente alguma”, mesmo com seu partido tendo sido um dos citados por Barbosa em nota à imprensa.

Amilka Melo diz que “tendo em vista o que foi publicado por este blog, toma a liberdade de comunicar que não foi convidada a participar desta frente suprapartidária articulada pelo vereador Ricardo Barbosa”. Ela ainda arremata: “tenho votado os projetos desse Poder e do Executivo de acordo com os interesses da população de Maceió”.

Como para bom entendedor, meia palavra basta, percebe-se que Amilka Melo não se faz convicta das decisões tomadas em grupo. Para este blogueiro, a vereadora pedetista confirmou ainda que faz parte da bancada de vereadores que dar sustentação ao prefeito de Maceió e só!

O vereador Paulo Corintho – companheiro de partido de Amilka Melo – fez elogios à frente suprapartidária de Ricardo Barbosa e confirmou a sua participação. O Blog do Vilar ressalta que quem contabilizou o número de integrantes da frente foi a própria frente. Mas, pelo visto, será preciso que cada um dos supostos membros deste novo bloco da Câmara Municipal se pronuncie se participa dele ou não.

E a frente suprapartidária dos “dilmistas” do “parlamento-mirim” já foi questionada. Não dá nem para dizer que sofreu uma baixa, já que – como coloca a própria Amilka Melo – ela nunca esteve no bloco.

 

Estou no twitter: @lulavilar
 

Quintella: “Funai deve liberar as obras da BR-101 em terras indígenas”

CadaMinuto - Arquivo Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Mauricio Quintella

A duplicação da BR-101 em Alagoas tem sido um ponto de debates e de constantes reuniões. Em agosto, o deputado federal Maurício Quintella Lessa (PR), o governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) e o ministro dos Transportes Paulo Passos estiveram – inclusive – reunidos para discutir a questão.

O problema: a duplicação passa sobre terras indígenas o que tem sido – na visão dos políticos em questão – um complicador para o andamento das obras. São vários os trechos que passam pelas reservas e a Fundação Nacional de Apoio ao Indígena (Funai) ainda não tinha se pronunciado.

Até então, para atender as condicionantes eram necessários desembolsar R$ 26 milhões, o que incluía a desapropriação das áreas. Hoje pela manhã, dia 22, Maurício Quintella já se pronunciou de forma mais animada: “tudo indica que a Funai vai liberar as obras da BR-101 nas terras indígenas em Alagoas. Apenas o trecho da Wassu Cocal deve ficar pendente”, colocou ainda. Mas, o próprio parlamentar fez questão de frisar com aspas gigantescas: “tudo indica...”!
 

Capitão Rocha Lima pode disputar cadeira na Câmara Municipal

Cortesia Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true Capitão Rocha Lima

O capitão da Polícia Militar de Alagoas, Rocha Lima – que deve integrar os quadros do PSD com o apoio e benção do deputado estadual Dudu Holanda (PMN) – estuda, segundo fontes, a possibilidade de disputar uma das vagas da Câmara Municipal de Maceió nestas eleições vindouras de 2012.

O policial já possui inclusive o slogan; segundo amigos: “Rocha Lima é Topado”. O capitão se envolveu, recentemente, em uma “briga” feia com a cúpula da Defesa Social, que chegou a pedir sua expulsão dos quadros da corporação devido acusações contra ele. Rocha Lima alega inocência e afirma ser vítima de uma injustiça diante do trabalho que desempenhou na Polícia Militar.

Rocha Lima tenta agora normalizar sua situação dentro da corporação, pleiteando inclusive uma promoção para major. Com a aprovação de 31 vagas na Câmara Municipal de Maceió, são muitos os candidatos que devem aparecer; afinal a redução do coeficiente eleitoral anima muita gente nos mais diversos partidos.
 

Estou no twitter: @lulavilar

Medeiros quer formar bloco 'sólido' com PT e PMDB na ALE

O deputado estadual Ronaldo Medeiros (PT) deseja formar um bloco sólido de oposição e suprapartidário dentro da Assembleia Legislativa do Estado de Alagoas. Similar ao que ocorreu na Câmara Municipal de Maceió, o bloco reuniria os partidos que fazem parte da base do Governo Federal da presidenta Dilma Rousseff (PT), só que desta vez sem correlação com o Executivo local, já que o governo estadual é tucano.

Impressionante como a base de Dilma anda bem articulada em Alagoas em prol de uma “sintonia”. Quem diria...

E na Assembleia Legislativa, tal bloco agruparia os petistas Ronaldo Medeiros e Judson Cabral (que recentemente estiveram envolvidos em um fogo amigo), além de Marcos Madeira, e os parlamentares peemedebistas: Olavo Calheiros, Flávia Cavalcante e o Luiz Dantas.

Por enquanto, estes seriam os nomes a serem convidados para tal frente. Resultado prático disto? Bem, Ronaldo Medeiros usou da tribuna para falar do bloco, mas não explicou detalhes sobre o “funcionamento”.

Medeiros tem sido ferrenho opositor. Na sessão de hoje, falou sobre as contratações a serem feita sem licitação na área da Educação e articula votos suficientes para levar o secretário de Planejamento e Desenvolvimento, Luiz Otávio Gomes para a Assembleia. Esta última ação é uma convocação que aguarda o destrancar da pauta para ocorrer.
 

Estou no twitter: @lulavilar

Comercial (82) 3313.6040 (82) 99812.2189 comercial@cadaminuto.com.br
Redação (82) 3313.2162 (82) 99664.2221 cadaminutoalagoas@hotmail.com