“A cultura do mundo todo num só lugar”. A frase que resume a 4ª Artesanal traz exatamente o que os consumidores alagoanos poderão encontrar no Centro de Convenções de Maceió, no bairro do Jaraguá, entre os dias 7 e 16 de janeiro. Num único espaço mais de 100 estandes vão reunir 200 expositores que estarão mostrando seus trabalhos. Alagoanos e turistas que estejam visitando a cidade poderão encontrar peças e objetos de arte feitos em madeira, barro, argila, entre outras matérias-primas.


Também irão apreciar jóias e bijouterias de prata, móveis, esculturas, cestarias, marchetarias – que é a arte de ornamentar as superfícies planas de móveis, painéis, pisos e tetos -, quadros de diversos artistas plásticos. Quem for ao local para um longo passeio ainda poderá lanchar na praça da alimentação e se divertir com as crianças em diversos brinquedos instalados dentro do pavilhão do Centro de Convenções, sempre das 16h às 22h.


Mas as atrações não param por aí. Shows com artistas populares, espetáculos teatrais e circenses, além de eventos voltados para a cultura popular estarão sendo apresentados num palco montado dentro da 4ª Artesanal. Para os visitantes que percorrerem os corredores há a excelente oportunidade de passear pelo mundo sem sair de Maceió. Estarão sendo expostas peças e objetos de arte de países como a Itália, Paraguai, Venezuela, Índia, Congo, Argélia e a Indonésia.


O impulso dado à economia alagoana é bastante expressivo, segundo atesta o organizador da 4ª Artesanal, Armando Lôbo. “A feira costuma gerar 200 empregos diretos e 400 ocupações indiretas. Muita gente fica empregada temporariamente porque a quantidade de visitantes é muito grande. Nós estamos esperando a visita de mais de 100 mil pessoas nos 10 dias de feira. Podemos chegar a cifra recorde de R$ 5 milhões fechados em negócios”.


A Artesanal é realizada a cada dois anos na cidade de Maceió. O evento está sendo organizado pela Profeiras – Promoção & Event