O deputado Edmar Moreira (sem partido-MG) apresentou durante o seu depoimento nesta quarta-feira (20) um pedido para que os deputados do DEM não participem do julgamento de seu caso no Conselho de Ética. Ele foi expulso do partido e deseja que os dois titulares e os três suplentes da sigla não possam decidir seu futuro.

 

O pedido de suspensão dos deputados do DEM não foi colocado em votação pelo presidente do Conselho, José Carlos Araújo (PR-BA). Ele afirmou que a proposta vai contra o regimento.

 

A sessão do Conselho de Ética foi suspensa devido a votações em plenário. A sequência do depoimento de Moreira foi marcada para a próxima terça-feira (26). Moreira, no entanto, disse que não pretende mais comparecer ao Conselho. Na sessão desta tarde, ele não respondeu nenhuma pergunta.