Rio de Janeiro - Pesquisa divulgada hoje (20) pelo Instituto de Segurança Pública (ISP), vinculado ao governo do Rio de Janeiro, indica que 236 pessoas foram atingidas por balas perdidas no estado em 2008, das quais 16 morreram.

Em relação ao ano anterior, quando 279 vítimas foram atingidas, houve queda de 15,4%. A maioria dos casos foi registrada na capital, onde 12 pessoas morreram e 169 ficaram feridas.

A região da Baixada Fluminense vem em segundo lugar, com quatro mortos e 35 feridos. Segundo o levantamento, em Niterói e no interior do estado não houve registro de mortos por balas perdidas.

Os dados constam de registros de ocorrência policial, mas pode haver subnotificação de casos. De acordo com a pesquisa, “o registro de ocorrência é afetado pela subjetividade de quem o faz. Portanto, alguns casos de homicídio e de lesão corporal que poderiam ser caraterizados como decorrentes de bala perdida podem não apresentar esse termo no registro”.