Dezenas de manifestantes se reuniram neste domingo (17), na Orla de Boa Viagem, Zona Sul do Recife, para protestar contra o número de assassinatos a homossexuais no Estado. Hoje se comemora o Dia Internacional de Combate à Homofobia.

De acordo com o presidente do grupo Leões do Norte, Wellington Medeiros, no ano passado, Pernambuco liderou o ranking de homicídios no País, totalizando 29 crimes. Os mortos foram representados por cruzes espalhadas na areia da praia.

"Essa é uma ação conjunta realizada em mais de 50 cidades em todo o País. Precisamos lutar por políticas públicas, ações, representação e combate ao preconceito", disse.

A concentração aconteceu às 9h, em frente ao antigo Hotel Savaroni. Às 17h, o trabalho de conscientização acontece nas ruas do Marco Zero, Centro do Recife, sobre o crescimento da violência contra gays no Estado.

No dia 17 de maio de 1992, a Organização Mundial da Saúde (OMS) retirava a homossexualidade da sua lista de doenças e problemas relacionados com a saúde. Em função dessa decisão, instituiu-se nessa data o Dia Internacional de Combate à Homofobia.