A experiência de estudar a bordo de um navio levou a Natal (RN), uma turma diferente. São alunos do ensino médio dos mais diversos países. O Concórdia, embarcação canadense, foi construído em 1992, especificamente para se tornar um navio-escola.


São em pequenas salas de aula que 35 alunos recebem as mesmas aulas se estivessem matriculados em escola comum.


A adequação da sala de aula também acontece nos dormitórios. Cada cabine, com quatro camas, tem um banheiro. E a sala de estudo disponibiliza o material didático necessário para os jovens.


Além das matérias regulares, os alunos aprendem sobre navegação, saúde e culturas dos países de cada um dos alunos.


O programa pode durar um semestre ou dois. No período mais curto são percorridos 25 mil milhas e os alunos passam por 16 países.


Segundo o diretor de bordo, os conhecimentos no navio-escola são mais amplos e as matrículas estão abertas para alunos brasileiros.


O custo por 9 meses é de R$ 80 mil.