Após ser avaliado pelos 11 critérios exigidos pelo Sebrae, para participar
da classificação no Prêmio Sebrae TOP 100, o artesanato de Feliz Deserto é
selecionado entre as 100 unidades produtivas mais competitivas do Brasil.
 
“O reconhecimento dos alagoanos, dos institutos e empresas é o que mais
importa para a nossa associação”, ressalta a presidente da Associação dos
Artesãos de Feliz Deserto, Ana Lúcia dos Santos. O motivo de tanta alegria é
o convite para participar desse prêmio nacional. Ela viajou hoje (13),para o
Rio de Janeiro, para agraciar os 100 melhores artesanatos brasileiros.
 
Estética, arte e cultura são importantes para a confecção de peças
artesanais, porém, o que diferencia o TOP 100 de Artesanato da maioria dos
prêmios é o fato da avaliação ir além destes requisitos e levar em conta
processos produtivos com foco no mercado.
 
Conheça os 11  critérios de avaliação que fizeram o artesanato de Feliz
Deserto ser reconhecido:
 
1 - Grau de inovação dos produtos.
2 - Adequação econômica dos produtos.
3 - Adequação ergonômica dos postos de trabalho.
4 - Adequação ambiental.
5 - Eficiência produtiva.
6 - Adequação cultural.
7 - Adequação logística.
8 - Qualidade percebida, valor intangível.
9 - Práticas comerciais.
10 - Responsabilidade social.
11 - Gestão estratégica.
 
Estar entre as 100 selecionadas é um grande privilégio para os
participantes. Os vencedores ganham reconhecimento nacional pelo trabalho
que executam, além do direito de usar o selo "Prêmio Sebrae TOP 100 de
Artesanato - 2ª Edição" até março de 2010.