A Bovespa emendou a segunda queda consecutiva nesta terça-feira (12), com investidores preferindo vender papéis para embolsar lucros depois de os preços das ações terem atingido o maior nível em oito meses.

Principal índice da bolsa paulista, o Ibovespa, que chegou a subir no início do dia, fechou em baixa de 1,28%, aos 50.325 pontos, puxado pelas ações de empresas ligadas a metais e de banco.

O giro financeiro da sessão foi de R$ 5,2 bilhões.

Segundo operadores, diante do movimento mais desencontrado dos mercados internacionais, os investidores optaram para estender o embolso de ganhos iniciado na véspera, depois de nove semanas ininterruptas de ganhos do Ibovespa.

Entre as líderes de perdas do dia, o papel preferencial da Usiminas caiu 3,2%, a R$ 34,75. A preferencial da Vale recuou 1,7%, valendo R$ 32,25.

Na mão contrária, Perdigão sustentou a dianteira, disparando 13,3%, a R$ 36,25, mesmo depois de a companhia ter negado matérias veiculadas na imprensa, dando conta de que sua fusão com a Sadia estaria prestes a ser anunciada.