Sport e Palmeiras escrevem mais um capítulo de sua recente ferrenha rivalidade no futebol brasileiro a partir das 20h15 desta terça-feira (12), na Ilha do Retiro. E esta parte da história promete bem mais emoções que os embates anteriores, já que vale uma vaga nas quartas-de-final da Copa Libertadores da América. O jogo acontece na véspera do 104º aniversário do atual campeão da Copa do Brasil.

 

Como venceram o primeiro round por 1x0 no Palestra Itália na semana passada, os palmeirenses jogam por um empate por qualquer placar. O Leão precisa vencer por 2x0. Se o time de São Paulo marcar gol, os pernambucanos terão que vencer por dois de diferença (3x1, 4x2, etc.). Caso o 1x0 se repita, mas a favor do tetracampeão pernambucano, a decisão vai para as cobranças de pênalti. Quem passar encara o Nacional, do Uruguai.

 

Na Ilha, a única ausência é no meio-de-campo. O volante Hamilton foi expulso no primeiro jogo – justamente na jogada que originou o gol alviverde – e cumpre suspensão. O técnico Nelsinho Batista fica entre Andrade e Sandro Goiano para a vaga.

 

Por outro lado, a boa notícia fica para o também volante Daniel Paulista. Ele treinou normalmente na tarde de ontem (11) e confirmou presença na partida. “Pedi para sair (no jogo contra o Barueri) por precaução, pois a contusão poderia piorar e ficar muito tempo sem jogar. Felizmente o exame acusou apenas um cansaço muscular”, disse o jogador.

 

Presente nos principais confrontos entre Sport e Palmeiras desde o ano passado, o jogador usa como lição a última partida na Ilha do Retiro, ainda pela primeira fase da Libertadores, quando o rubro-negro perdeu por 2x0. “O que temos que mudar em relação àquele jogo é a atitude. Agora temos que mostrar uma movimentação melhor para criarmos mais oportunidades de gol”, avisou.

 

PÊNALTIS – No clima de mistério que envolve a partida, o técnico Nelsinho Batista não confirmou se os rubro-negros treinaram cobranças de pênaltis na véspera da partida. No treino da tarde houve apenas um rachão.

 

“Pode ser que tenhamos treinado pela manhã. Mas se houver a necessidade o time vai estar preparado para cobrar (as penalidades) com confiança”, avisou. Há quem garanta que o treinamento das penalidades será na manhã desta terça.

 

Sobre o clima da partida, o comandante leonino vê o astral bem favorável ao Sport, principalmente pela promessa de casa cheia. “Nosso torcedor virá e vai incentivar o time o tempo todo, mas a equipe tem que corresponder dentro de campo”, apontou.

Ficha do jogo:

 

Sport: Magrão; Igor, César e Durval; Moacir, Daniel Paulista, Andrade, Paulo Baier e Dutra; Wílson e Vandinho. Técnico: Nelsinho Batista.

Palmeiras: Marcos; Danilo, Maurício Ramos e Marcão; Wendel, Pierre, Cleiton Xavier, Diego Souza e Armero; Willians (Souza) e Keirrison. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

 

Local: Ilha do Retiro. Horário: 20h15. Árbitro: Carlos Chandia (Chile). Assistentes: Cristian Julio e Osvaldo Talamilla (Chile).

 

Ingressos: arquibancada frontal R$ 70, arquibancada lateral R$ 25, sócio e estudante R$ 35, assento especial, ampliação e cadeira/sócio R$ 90, cadeira/não sócio R$ 130.