Nesta 2ª feira, 11 de maio, membros da Aliança Comercial junto com os lojistas, se reunirão, às 11h30, no Ministério Público, que será representado pelo Exmº. Srº Eduardo Tavares, Procurador Geral do Estado de Alagoas, onde irão discutir o convívio urbano no centro de Maceió e inclusive soluções quanto às instalações dos ambulantes.

Hoje, o centro vive um caos, pois o ir e vir das pessoas está limitado na maior área comercial da capital alagoana.

A falta de um local digno fez com que os ambulantes se instalassem nas tradicionais ruas do centro e calçadas das lojas dos trabalhadores formais (lojistas), comprometendo a
movimentação da economia local.