Uma idosa que abrigava por volta de 50 gatos e cinco cães no terreno onde morava morreu no final de abril. Maria Soares Dornelles, 76 anos, dividia o terreno com duas mulheres que receberam ordem de despejo por atrasos em pagamento de aluguel. A proprietária do terreno não tem interesse em ficar com os animais, que precisam de um novo lugar para ficar.

— Todos são castrados e vacinados. Esses bichos não têm tutores e não existem abrigos públicos para onde levá-los — afirma a publicitária Thiane Nunes, 32 anos, que, ao saber da situação, foi à casa de Maria e conheceu os animais.

Thiane, que reverte parte da venda de objetos de decoração para auxiliar animais sem donos, conversou com vizinhos e está preocupada com o destino dos animais. Pelo menos oito gatos devem ser levados pelas mulheres que deixarão o local e um cachorro já foi adotado.

De acordo com uma amiga de Maria, a idosa gastava por volta de R$ 1 mil por mês com os cães e gatos:

— Ela morava numa casa muito simples e gastava quase todo o dinheiro que ganhava como cartomante com os animais.

Os primeiros ganhavam, inclusive, um banho em petshop por semana. Interessados em ajudar podem adotar os animais ou contribuir para sua permanência em clínicas veterinárias enquanto eles não forem adotados.