Um grupo formado por 42 juízes do trabalho e ministros do TST (Tribunal Superior do Trabalho) teve passagens, hospedagem e refeições pagas pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos) para participar de um congresso promovido pela entidade em um resort cinco estrelas na Praia do Forte (BA), durante o feriado prolongado de 21 de abril.

É o 16º ano que o "Ciclo de Estudos do Direito do Trabalho" é realizado, com o objetivo de discutir temas relacionados a questões trabalhistas.

A maior parte dos juízes to foram acompanhados por suas mulheres. A diária de um apartamento standard para um casal no Tivoli Ecoresort Praia do Forte, onde ocorreu o evento deste ano, custa R$ 798, disseram funcionários.

A Febraban diz que houve trabalho todos os dias. Juízes e o órgão diz que a iniciativa não influencia futuras decisões.