O tatuador Josenilton Gomes dos Santos, 30, foi preso na Praia do Francês, em Marechal Deodoro, por porte ilegal de arma. A prisão foi efetuada uma guarnição do 8º Batalhão da Polícia Militar sob o comando do Tenente Verçosa, próximo a um restaurante local. Com ele, a polícia encontrou um revólver calibre 38 e seis munições.

Na Delegacia de Plantão I, no bairro do Farol, para onde foi levado, Josenilton disse que estava sendo ameaçado e por isso comprou a arma pelo valor de R$ 300,00 na Feira do Rato, no Centro da capital alagoana, há três dias. "Comprei essa arma porque os homens que mataram meu irmão estavam me ameaçando", disse o acusado. O tatuador disse que morava em Marechal, mas que devido as ameaças se mudou para o bairro do Prado em Maceió.

Outras três pessoas que estavam com o tatuador foram levadas para a Deplan, onde prestarão depoimento ao delegado Nivaldo Aleixo, de plantão.