O governador Teotonio Vilela Filho, juntamente com seu secretariado, concede entrevista coletiva à imprensa nesta sexta-feira, às 9h, no auditório Aquatune do Palácio República dos Palmares.

Nesta quarta-feira, em Brasília, Teotonio Vilela conversou com o presidente Lula sobre os efeitos da crise mundial no país. Lula informou ao governador que a equipe econômica do governo federal já estuda a possibilidade de rever o corte no repasse aos Fundos de Participação dos Municípios e do Estado.

Já nesta quinta-feira, 26, o governador e os chefes dos poderes Legislativo e Judiciário, e mais o Ministério Público, se encontram em Maceió, para debater os problemas estruturais provocados pela crise. Depois dessa rodada de negociações com o governo federal e os poderes constituídos no Estado, o governador terá informações mais precisas para levar aos alagoanos.

Na pauta da coletiva estão incluídos temas como a posição do governo de Alagoas sobre os impactos da crise nacional e mundial no Estado e municípios; a queda dos repasses do Fundo de Participação do Estado (FPE) e na arrecadação de impostos; as projeções econômicas para 2009; o esforço do governo em cumprir o ajuste fiscal pactuado com o Tesouro Nacional e a despesa com reajustes salariais.

Em Alagoas, de acordo com números da Secretaria de Estado da Fazenda, a receita do Fundo de Participação dos Estados (FPE) registrou queda de R$ 15,5 milhões nos dois primeiros meses do ano, um recuo de 5,4% em relação ao mesmo período do ano passado. E, segundo projeções da Secretaria Nacional do Tesouro, em março, os recursos para Alagoas vão sofrer nova redução de cerca de R$ 11 milhões.