O ministro Eros Grau renunciou à vaga de ministro do Tribunal Superior Eleitoral. Aos seus colegas de corte alegou cansaço. A cadeira no Supremo Tribunal Federal ele continuará ocupando até 2010, ano de sua aposentadoria. O ministro Ricardo Lewandowski, colega de Supremo e suplente no TSE, assumirá a sua cadeira. A informação é do blog do jornalista Ricardo Noblat.

O ofício de renúncia enviado à presidência do TSE tinha duas linhas. Eros Grau tomou posse no TSE no dia 15 de maio de 2008, há um ano. Durante este período, teve algumas oportunidades de presidir a corte eleitoral, quando o presidente Carlos Ayres Britto e o vice Joaquim Barbosa não puderam comparecer.

O TSE é formado por três ministros do STF, dois do Superior Tribunal de Justiça e dois representantes da advocacia.

No momento, Joaquim Barbosa, ministro do STF, está licenciado do cargo de ministro do TSE para tratamento de saúde.