Faltando menos de uma semana para o Dia das Mães, os lojistas já sentem o aumento das compras nos estabelecimentos. Cama e mesa, cesta de café da manhã, vestuário, eletroeletrônicos e eletrodomésticos, flores, óculos e joias são os produtos mais procurados para presentear as mães. Para facilitar a busca para o consumidor, o Procon/AL fez uma pesquisa em mais de 20 lojas da capital para verificar o menor e o maior preço de vários produtos.

Na pesquisa foi constatada uma grande variação de artigos de cama, mesa e banho. “Antes de comprar temos que levar em consideração a qualidade da mercadoria e as suas especificações. Mesmo assim, é importante pesquisar, pois ajuda na hora de comprar o produto que melhor se ajusta ao bolso”, adverte o coordenador de fiscalização do Procon/AL, João Lessa.

Cesta de café da manhã é um presente bastante sugestivo para quem gosta de agradar pelo paladar. Os preços do produto podem variar de acordo com a quantidade de itens encontrados. Uma cesta completa pode custar entre R$ 95,00 e 130,00, uma diferença de quase 37%. Mas o consumidor deve ficar atento às informações contidas na embalagem, tais como: prazo de validade, composição, volume/quantidade, condições de armazenamento e identificação sobre o fabricante/importador em língua portuguesa.

Troca — Quem prefere presentear com vestuário deve tomar alguns cuidados. O consumidor deve estar ciente de que o lojista não é obrigado a efetuar a troca por motivo de cor, tamanho e modelo. “Neste caso, o que ocorre é um acordo entre as partes. Para isso, é necessário que o consumidor verifique se na etiqueta ou nota fiscal tem alguma especificação que assegure este direito, do tipo ‘até 30 dias para trocar’. Isso porque as lojas só são obrigadas a fazer a substituição quando a mercadoria apresentar defeito”, explica o superintendente do Procon/AL, Rodrigo Cunha.

Para as mães que gostam de tecnologia, uma boa opção são os eletrônicos. A máquina fotográfica digital é a grande vedete e também há variedade de modelos. Ela pode ser encontrada entre R$ 699,00 e R$ 999,00, uma diferença de 43%. Para não ter aborrecimentos e nem frustrações, é necessário testar antes, observar se contém o certificado de garantia, se as instruções estão em português e se o produto tem a lista das autorizadas. O Código de Defesa de Consumidor estipula uma garantia de 90 dias para os produtos duráveis.

Para as mães românticas e vaidosas uma boa alternativa são flores, joias e acessórios. Um buquê com 18 rosas fica entre R$ 30,00 a R$ 75,00; já um anel de ouro, em torno de R$ 150,00 e R$ 280,00. A pesquisa completa pode ser acessada através do link: http://www.procon.al.gov.br/pesquisas-de-preco/dia-das-maes-2/

Shopping — Nos dias 6, 7 e 8 de maio, o PROCON/AL montará um stand no shopping Iguatemi para prestar esclarecimentos à população, abrir reclamações e fazer o cadastramento para a Nota Fiscal Alagoana. Os guichês de atendimento estarão interligados ao Sistema Nacional de Informações de Defesa do Consumidor (Sindec), efetuando as reclamações online. “O Dia das Mães é a segunda data mais importante para o comércio; o shopping foi escolhido por ser um local de grande circulação de consumidores, dando uma acessibilidade maior aos nossos serviços”, explicou Rodrigo Cunha.