A Petrobras reduziu o preço do gás natural repassado às distribuidoras e, a partir deste mês de maio, o produto será vendido a Algás com uma redução de cerca de 3,37%, passando de R$ 0,60394/m³  para R$ 0,5836/m³. A Agência Reguladora de Serviços Públicos do Estado de Alagoas (Arsal) publicou na edição desta terça-feira, 5, do Diário Oficial do Estado, a resolução 83, de 23 de abril de 2009, que altera o valor da commodity da Petrobras.

Segundo Danúbio Lacerda, coordenador de Tarifas da Arsal, além da redução da tarifa, um outro fator deverá contribuir para que o consumidor de gás natural sinta no bolso a economia. Em abril a Algás adquiriu, em leilão promovido pela Petrobras, um volume de gás para os meses de maio e junho com deságio de 36% e 35% respectivamente. O volume adquirido corresponde a aproximadamente 20% do que a distribuidora compra mensalmente.

“Em virtude dos lotes adquiridos no leilão, a Algás irá creditar linearmente nas faturas dos usuários o correspondente a uma redução de mais de R$ 0,04/m³ (quatro centavos por m³) em todos os segmentos: gás natural veicular (GNV), residencial, comercial e industrial. No caso do GNV, a expectativa é que os postos de combustíveis também repassem essa redução para o consumidor”, explicou Lacerda.

O coordenador acrescentou que, além do desconto resultante da compra dos lotes, a redução da tarifa da Petrobras também irá contribuir para a queda do preço do gás natural cobrado ao consumidor alagoano já a partir deste mês.