Divulgação - Assessoria Rs=w:350,h:263,i:true,cg:true,ft:cover?cache=true

Começa nesta sexta-feira, 16, mais uma edição da Feira dos Estados e Nações em Maceió, o visitante que por lá passar vai poder conferir, entre tantas novidades, o stand da Fábrica de Esperança com exposição dos produtos confeccionados pelos reeducandos do Sistema Penitenciário Alagoano, produção que é o resultado das oficinas de laborterapia que a Intendência Geral do Sistema Penitenciário (Igesp) proporciona para os detentos.

Artesanato, marcenaria, marchetaria, decoupagem, fuxico, biscuit, filé, pintura em tecido, serigrafia, apicultura, horta, padaria, corte e costura, esses são alguns dos ofícios que os presos de Alagoas adquirem nos presídios alagoanos. Privados de liberdade, cumprindo pena e pagando o que deve ao estado e à sociedade, muitos reeducandos provam que ressocializar é possível, o resultado, o público confere a partir desta sexta-feira, no Centro Cultural e de Exposições Ruth Cardoso.

Em um stand de 15x3m os produtos estarão expostos e serão comercializados, o público vai poder conferir também a produção em tempo real da oficina de tornearia em madeira, onde são produzidos, por exemplos, peças de xadrez, a riqueza de detalhes é o que chama a atenção na finalização do produto.

Você quer economizar e, além disso, preservar o meio ambiente? Confira os produtos de limpeza fabricados com óleo de cozinha saturado. Isso mesmo, o óleo que é jogado fora, que polui o lençol freático é reaproveitado e pode se transformar em sabão, sabonete, desinfetante, detergente. Para saber como, visite o stand da Fábrica de Esperança na Feira dos Estados e Nações.

“A importância dessa conquista vai além de uma simples venda de produtos, para nós é o resultado de ensinamentos. A ressocialização é uma prioridade para todos que fazem a Igesp, afinal de contas este cidadão um dia voltará para a sociedade e o nosso objetivo é reinseri-lo com outras perspectivas”, declarou a Gerente de Educação e Laborterapia, Vanissa Veiga.

Os trabalhos dos reeducandos ficarão expostos na Feira dos Estados e Nações de 16 a 25 de julho, das 16h às 22h. Além da feira, os trabalhos confeccionados pelos reeducandos estão à disposição no Sistema Penitenciário Alagoano, no bairro Tabuleiro dos Martins e em unidades móveis. Maiores informações e contato: 8833-8843/3315-1752.

Fábrica de esperança

A Fábrica de Esperança tem como objetivo desenvolver o potencial dos presos como indivíduos e cidadãos, através da educação, da produção e da laborterapia. Para isso, mantém uma estrutura no Sistema Penitenciário de Alagoas onde reeducandos aprendem um, ou mais, ofício.

São diversas oficinas, em várias áreas: panificação, pintura, marcenaria, pré-moldados, corte e costura, artesanato, tornearia, serralharia, agricultura, produtos de limpeza, mecânica, floricultura, serigrafia, apicultura entre outras.

Com o aprendizado nas oficinas, os reeducandos são capacitados para o mercado de trabalho, uma expectativa para a vida após o cumprimento da pena.

Os projetos contam com diversas parcerias: Ibama, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Cooperativa de Produtores de Mel de Alagoas, Agência de Modernização da Gestão de Processos, Instituto Federal de Alagoas, Braskem, Sebrae, Casal, Batalhão de Polícia Ambiental, Caixa Econômica Federal, Banco do Brasil.