Repassando o poema abaixo  para que possamos ler e refletir sobre o poder da fé que dá asas as palavras e a  nossa capacidade diária de reinventar  a dor,   diante  das tantas  e muitas intolerâncias humanas...

Amanhã fico triste
Amanhã!
Hoje não
Hoje fico alegre!
E todos os dias,
por mais amargos que sejam.
Eu digo:
Amanhã fico triste, hoje não