O cargueiro da empresa norte-amercicana Arrow Cargo, que teve parte de umas das três turbinas e da fuselagem perdidos durante o voo de Manaus a Bogotá, na Colômbia, pousou no destino final às 5h46 (horário de Brasília) desta quinta-feira (26). A aeronave foi descarregada e passa por perícia na cidade colombiana, segundo informações do escritório da empresa cargueira no Amazonas.

 Os componentes da aeronave atingiram pelo menos 11 casas em uma rua do bairro Terra Nova 2, em Manaus, na madrugada desta quinta-feira. "A empresa não vai se eximir das responsabilidades pelo ocorrido. As autoridades do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa) já estão fazendo perícia na peça encontrada em Manaus e as autoridades competentes, na Colômbia, estão fazendo as respectivas perícias na aeronave", disse Rai Marinho, gerente da filial da Arrow Cargo, em Manaus.

Segundo ela, o cargueiro estava com três tripulantes e um mecânico à bordo. "Quando ocorreu o problema, o piloto cortou o combustível que alimentava a turbina com problema e seguiu o plano de voo".

De acordo com a Polícia Militar, moradores relataram que ouviram uma explosão e, em seguida, viram peças de metal caindo do céu. Um imóvel teve a cozinha e a sala atingidas. Ninguém ficou ferido. A área foi isolada.

Plano de voo

As informações recebidas pelo Seripa dão conta de que o cargueiro saiu do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, na capital do Amazonas, em direção a Bogotá, na Colômbia. A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) diz que essa aeronave decolou 2h45 (horário de Brasília).